A Comissão Europeia apela à vigilância por parte das autoridades nacionais e do setor da carne de aves dos Estados-Membros e ao reforço da biossegurança em explorações de aves de capoeira. Na sequência da confirmação, a 4 de novembro, da existência de gripe aviária de alta patogenicidade do subtipo H5N8, numa exploração de engorda de perus em Tótkomlós, distrito de Békés, as autoridades húngaras aplicaram, de imediato, medidas de controlo em cumprimento da legislação comunitária. Este surto é causado pela mesma estirpe de origem asiática detetado numa ave selvagem, na mesma área, na semana anterior. Este e outros surtos em toda a União Europeia assinalam a circulação sazonal dos vírus da gripe aviária.

Mais informações neste sítio Web.

Ao navegar neste site autoriza a utilização de cookies e concorda com a nossa política de privacidade.